top of page

A arquitetura jurídico-institucional de um ambiente inovativo


Patricia Alencar Silva Mello discute a arquitetura jurídico-institucional de um ambiente de inovação brasileiro: o Parque Tecnológico de São José dos Campos (PqTec), em sua dissertação para a Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV).


Partindo da premissa do valor da inovação como fator energizante na Economia Baseada no Conhecimento, Patricia investiga o Parque Tecnológico SJC como concepção sistêmica que requer a interação dos elementos da chamada Tríplice Hélice: academia, setor privado e Estado. E é a este terceiro ator, o Estado, que cabe o papel crucial de fomentador do processo inovativo, ele é o maior interessado na proeminência competitiva internacional e no desenvolvimento econômico.


O estudo de caso destaca a atuação decisiva da Prefeitura Municipal de São José dos Campos na criação desse arranjo interativo do PqTec. Patricia busca compreender o formato jurídico-institucional que viabilizou o projeto e como essas lições extraídas do caso podem servir de base para modelagem de novos parques tecnológicos no Brasil.


O estudo completo está disponível na área de periódicos científicos e revistas da FGV Direito SP – Escola de Direito de São Paulo: http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/handle/10438/13701


Comentarios


bottom of page